domingo, 10 de fevereiro de 2008

Bloco do Eu Sozinho


O pior do carnaval é não conseguir se desprender dele, mesmo quando dele não se participou. Foi-se a quarta-feira, mas as cinzas ainda não foram atiradas ao mar. Também, pudera, toda esta solidão e silêncio, eu deveria ter desconfiado que o Bloco do Eu Sozinho não deixaria à avenida assim tão rapidamente, tampouco se desfaria de sua fantasia de "estou assim porque quis".
Abro alas à quaresma e que ela me traga alguma ressurreição.




Bloco do Eu Sozinho: Título do 2º CD dos Los Hermanos.

3 comentários:

Cristalinda disse...

Vaneide não sei como é que foi parar ao Mulherio de Canas de Senhorim, provavelmente, como quase todo o brasileiro, seu tetravô era português e de Canas (lol)… de qualquer das maneiras ficámos muito gratas pela visita. Gostei aqui do seu cantinho alado e vou deixar-lhe um texto lá do nosso blog… espero que goste.

Alfa Pendular. Amores-Perfeitos

Bjinhos

Mari Monici disse...

Amém....brote!

piedade disse...

As vezes precisamos de carnavais dentro da gente, o querer estar de fora reflete a tristeza que carregamos do silêncio oriundo por uma exessiva necessidade de cultivar tal bloco.