segunda-feira, 30 de novembro de 2009

A quem interessar possa...


Nota Explicativa Desprovida de Sentido

É assim a minha natureza:
gangorra de aparições e sumiços.

Longe de mim, busco(-me),
perto,
esquivo(-me).

(VaneideDelmiro)




E se você me achar esquisita, respeite também. Até eu fui obrigada a me respeitar.
(Clarice Lispector)

Como possa amar a grandeza do mundo, se não posso amar o tamanho de minha natureza?
(Clarice Lispector)

3 comentários:

Mari Monici disse...

Tá bom :)
Enquanto a gangorra não volta estarei aqui no gira-gira esperando!!
Bons vôos e se cuida...
beijos

Clayton disse...

gostei muito do poema!
o nome casa perfeito com ele!

Anônimo disse...

Olá!
Ando um pouco sumido, mas não esqueço esse cantinho maravilhoso q é o seu blog.
Linda postagem, como tantas q vc já escreveu e escreverá.
Olha as vezes é mais fácil aceitar as pessoas do q aceitar a si mesmo. Não se trata de ser esquisita ou não, mas sim de si descubrir e de si aceitar.

Abraços,
Marcelo Cavalcanti