sábado, 20 de junho de 2009

Recomendações para bem viver


Se pintar um azul incrível
em tua poesia toda cinza
não te assustes,
nem o apartes de ti
(não tão rapidamente).

Acolhe-o,
desejoso que és
da leveza do céu,
da profundidade do mar.

(VaneideDelmiro)



"... e escolhe ser feliz que fica mais fácil..."
(fragmento de conversa - msn)


"E é como se eu despertasse de um sonho
Que não me deixou viver
E a vida explodisse em meu peito
Com as cores que eu não sonhei "
(De volta ao começo / Gonzaguinha)

5 comentários:

Ludmila Clio disse...

Leveza e profundidade... eis tudo o que preciso. Quero mais azul na minha poesia cinza,na minha vidinha gris...
Bjo!

Debora Bottcher disse...

Ah!... Eu até escolho, mas será que dá? :)
Boa semana pra vc.

VaneideDelmiro disse...

Fica a minha aposta e a minha torcida pra todas nós.

Flávio Borgneth disse...

Esperar o novo maturar é condição para inventividade. Novos lugares, escadas, tintas... Lidamos parecido com diferentes brinquedos novos. Enfim... Olha, você tem belas crianças aqui. Cuide bem delas. Parabéns. Eu volto!

Obs: adorei o poeminha “Dos desejos (que se encontram...)”.

Paixão, M. disse...

ah que poema bonito de cor... azul de leveza de céu, de profundidade de mar, de doçura de bala de anis.

lindo!

beijo procê!